Ao chegar na cidade do Ushuaia fui direto para o hostel. No dia seguinte dei continuidade com o meu principal objetivo, conhecer os pingüins. Fui então até a região portuária; lá se encontram várias agências de turismo marinho. A Avenida San Martin é a principal da cidade, se localiza uma quadra acima da região costeira, onde se compra de tudo. há agências de turismo, restaurantes, lojas, hotéis etc.. O tour com o catamarã pelo canal de Beagle leva cerca de quatro horas ida e volta, com guia que vai explicando a história do lugar. Durante o trajeto se pode visitar os principais animais marinho da região, como as aves, as focas os leões marinhos e a atração principal a pinguinera, onde se reproduzem e vivem os pingüins da região, esta espécie é porém pequena, se comparada as que vivem no continente antártico, conhecida como pingüins imperadores que são grandes passando de um metro de altura. O clima da região mesmo no verão é muito úmido e frio, não como no inverno, mas deve-se sempre andar acompanhado de um agasalho. No dia seguinte após a excursão comecei o retorno para a cidade de Rio Gallegos onde pegaria o ônibus em direção a El Calafate, que se localiza no Parque Nacional de los Glaciares, para ver as geleiras. Na ida para El Calafate,  decidi ir direto sem pernoitar em Rio Gallegos; a vigem contudo durou cerca de 20h, lembrando que entre Ushuaia e Rio Gallegos são necessárias 12h de viagem. Ao chegar antes de procurar um lugar para ficar, e muito cansado, peguei no terminal de ônibus um mapa com os principais pontos turísticos do lugar; Já no dia seguinte fiz um tour que incluía a visita ao glaciar Perito Moreno, o maior e, digamos, o mais “preservado”, pois é o que menos derrete no período de verão, juntamente com o passeio bem próximo a ele com uma balsa. Foi um passeio que durou o dia inteiro, mas só o fato de conhecer a imponência do glaciar e o “cheiro” do gelo cercado por uma paisagem maravilhosa com certeza valeu a pena.


0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *